Bill Callahan (Smog) no projeto Folk-se do Studio SP

Atração inédita na América do Sul, cantor e compositor norte-americano, conhecido por seu pseudônimo Smog, faz única apresentação na cidade de São Paulo

Figura importante do rock americano da década de 90, Bill Callahan, que durante muito tempo usou o pseudônimo Smog, se apresenta no Studio SP, dia 10 de setembro (quarta-feira), dando continuidade ao projeto Folk-se. A noite, uma parceria do Studio SP com o produtor cultural e diretor artístico Marcos Boffa, apresenta shows com songwriters do indie/folk norte-americano. Na ocasião, o cantor será acompanhado pelo baterista Luiz Martinez e promete um repertório com canções de seu último álbum, “Woke on a Whaleheart, primeiro disco em sua carreira que assina com seu nome real, além de clássicos do Smog.

O músico norte-americano nascido em Silver Spring, Maryland, é pioneiro no gênero lo-fi, que nasceu a partir do rock alternativo. Começou gravando músicas em fitas K-7 em sua própria casa e não demorou a assinar com o renomado selo Drag City. O início da carreira de Callahan é bastante experimental e marcado pelo uso de instrumentos e equipamentos de gravação obsoletos. Este tipo de aproximação da música não foi tanto uma opção estética, mas uma conseqüência de sua falta de conhecimento sobre operação dos estúdios de gravação e do medo de entregar o controle da obra para um engenheiro de som.

Depois de superar seu medo de estúdios e produtores, Callahan gravou dois discos com o influente produtor Jim O’Rourke: “Red Apple Falls” (1997) e “Knock Knock” (1999), com participação de músicos do selo Drag City e do guitarrista e compositor Neil Hagerty, artista com interesses similares aos de Callahan. Com o lançamento do disco “Dongs of Sevotion” (2000), produzido por John McEntire, do Tortoise, Callahan retoma um estilo de gravação e arranjos musicais mais simples, como nos álbuns “Rain on Lens”, “Supper” e “A River Ain’t Too Much to Love”, que conta com a participação da cantora norte-americana Joanna Newsom.

As canções de Bill Callahan se baseiam em uma estrutura simples e repetitiva, cuja característica mais evidente é sua voz de barítono. Suas letras se concentram em temas como a busca espiritual e a complexidade das emoções, com um uso sutil da ironia e do humor negro no sentido clássico. Contista aficionado, usa palavras simples para histórias de profunda significação. Os temas nas letras de Callahan incluem relacionamentos, viagens, cavalos, adolescentes e, mais recentemente, política.

Cat Power (Chan Marshall) gravou a canção “Bathysphere”, de  Callahan, em seu álbum “What Would the Community Think” (1996). A cantora também gravou “Red Apples” no disco “Covers Record” (2000). A canção de Smog “Cold Blooded Old Times” está na trilha sonora do filme “Alta Fidelidade”. Já “Vessel in Vain”, do disco “Supper” entrou na trilha sonora do filme independente britânico Dead Man’s Shoes (2004).

Callahan vive desde 2007 em Austin, Texas, onde gravou “Woke on a Whaleheart.

Discografía Bill Callahan (smog)
Cassetes: Macramé Gunplay (1988), Cow (1989), A Table Setting (1990) e Tired Tape Machine (1990). Albums:  Sewn to the Sky (1990), Forgotten Foundation (1992), Julius Caesar (1993), Wild Love (1995), The Doctor Came at Dawn (1996), Red Apple Falls (1997), Knock Knock (1999), Dongs of Sevotion (2000),  Rain on Lens (2001) – como Smog, Supper (2003) – como Smog, A River Ain’t Too Much to Love (2005) e Woke on a Whaleheart (2007) – como Bill Callahan.

Bill Callahan  no Studio SP

Dia 10 de setembro (quarta -feira), às 22h

R$ 25 ingressos antecipados e R$ 35 na porta
STUDIO SP
Rua Augusta, 591 – Centro
Tel.: 11 3129 7040
Estacionamentos conveniados R$ 15
http://www.studiosp.org

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: