Sessão Cinéfila, do Espaço Unibanco de Cinema, exibe clássicos do cinema europeu

Nos dias 20 e 27 de setembro, 4 e 11 de outubro, a Sessão Cinéfila do Espaço Unibanco de Cinema em São Paulo exibe clássicos do cinema europeu na programação que acontece sempre aos sábados, às 12h.

Os filmes programados para o período de 20 de setembro a 11 de outubro são “Profecia de um Delito”, de Claude Chabrol, “Os Alegres Subterrâneos de Paris”, de Pierre Tchernia, “Alemanha Mãe Pálida”, de Helma Sanders-Brahms e “Alexandre, o Felizardo”, de Yves Robert.

A Sessão Cinéfila é uma oportunidade que o público tem para ver ou rever cinematografias relevantes para a historia da sétima arte ou filmes pouco encontrados no circuito comercial.

As exibições acontecem sempre às 12h de sábado e os ingressos custam R$ 5,00.

Programação

20 de setembro
Profecia De Um Delito – Les Magiciens
Alemanha/França/Itália – 1975 – 100 min – suspense
Direção: Claude Chabrol
Elenco: Stephania Sandrelli, Franco Nero

Sinopse: Casal se hospeda em hotel para tentar resolver problemas conjugais, mas se defronta com um grande perigo. A morte os ameaça de uma forma que eles não conseguem prever. Um parapsicólogo entra em cena, mas a ameaça continua.

27 de setembro
Os Alegres Subterrâneos de Paris – Les Gaspards
França – 1973 – 90 min – comédia
Direção: Pierre Tchernia
Elenco: Michel Serrault, Gérard Depardieu, Philippe Noiret
Sinopse: Pessoas começam a desaparecer misteriosamente em Paris, levando a polícia à loucura. Um pacato dono de bar investiga e descobre uma bizarra sociedade secreta que habita os subterrâneos da cidade. Lançado também como “Não Entre Pelo Buraco”.

4 de outubro
Alemanha Mãe Pálida – Deutschland Bleiche Mutter
Alemanha – 1980 – 123 min – drama
Direção: Helma Sanders-Brahms
Elenco: Eva Mattes, Ernst Jacobi, Elisabeth Stepanek, Angelika Thomas, Rainer Friedrichsen, Gisela Stein, Fritz Lichtenhahn, Anna Sanders
Sinopse: drama que discute as transformações provocadas pela guerra no núcleo da família. Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem recém casada aprende a viver só quando o marido é mandado para as frentes de batalha. Ela dá à luz sozinha e faz tudo o que pode para criar sua filha, que se torna sua principal razão de viver. Quando o marido retorna, ela percebe que deverá voltar a seu antigo papel de mulher e dona-de-casa, retomando as ordens das coisas como se nada tivesse acontecido. Não consegue. Em 1950, doente e infeliz, ela tenta se matar, mas é salva pela filha.

11 de outubro
Alexandre, O Felizardo – Alexandre, Le Bienheureux
França – 1967 – 100min- comédia
Direção: Yves Robert
Elenco: Phillippe Noiret, Françoise Brion, Marlène Jobert, Madeleine Damien
Sinopse: história de um fazendeiro bonachão e sonhador que após trabalhar anos feito um cão, sob as ordens da esposa controladora, enviúva e passa só a fazer o que quer. Passa dois meses na cama, enquanto seu cachorrinho vai às compras por ele. Um comportamento que vai contra a mentalidade de trabalho reinante na cidade e que por isso causará espanto e a reação contrária dos moradores.

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: