Editora Unesp lança A Revolução Vietnamita

Por meio de ampla análise de dados políticos, sociais, históricos e econômicos, A Revolução Vietnamita permite decifrar a trajetória da nação “que derrotou a maior das potências militares” e que foi muito mais do que mera coadjuvante no cenário em que os verdadeiros protagonistas são os Estados Unidos e a União Soviética, os titãs da Guerra Fria.

Paulo Fagundes Visentini mostra, neste lançamento da Editora Unesp, como a revolução vivida no Sudeste asiático espelha as tensões e os anseios de uma nação que desde sua origem milenar apresenta um rico histórico de resistências na busca pelo direito de existir.

Parte integrante da coleção Revoluções do Século 20, a obra expõe em detalhes fatos, idéias e repercussões do contexto internacional desde o envolvimento da ex-colônia francesa na II Grande Guerra, quando se materializa a política de esquerda vietnamita. Fala sobre a criação do Viet Minh e seu grande número de militantes e apoio popular até tornar-se fundamental na materialização da expulsão japonesa de seu território e da vitória na guerra franco-vietnamita, garantindo a liberdade colonial e o fim do fascismo. Aborda o Acordo de Genebra de 1953, quando o Vietnã é dividido em Norte (socialista) e Sul (capitalista). E, naturalmente, examina o aumento da presença norte-americana no Sul, culminando com uma guerra civil e a Guerra de Libertação Nacional, quando a vitória dos Vietcongs resulta em crise no prestígio dos EUA.

A obra segue o relato histórico de forma a explicar as dificuldades enfrentadas pelo socialismo no Vietnã pós-guerra de libertação. O capítulo “Socialismo Cercado” retrata a fase marcada pela Guerra Fria, na qual o Vietnã participou do conflito intersocialista, combatendo China e Kampuchea (Camboja). Após o final da batalha entre os Estados Unidos e a União Soviética, o Vietnã continua com o regime socialista, atravessando a fase do “Socialismo Reformado”, em que a Renovação Doi Moi é fundamental para a instauração de um socialismo de mercado. Retratando um dos países que sobreviveu ao colapso da União Soviética e apresentando um panorama histórico com ampla base factual,  A Revolução Vietnamita insere o Vietnã no contexto do socialismo, trabalhando o conceito marxista-lenilista para explicar a forma como essa revolução ocorreu.

Sobre a Coleção Revoluções do Século 20 – A Revolução Vietnamita é o nono livro da coleção organizada e dirigida pela historiadora Emília Viotti da Costa. Os outros oito títulos são: A Revolução Boliviana, A Revolução Salvadorenha, A Revolução Alemã, A Revolução Chinesa, A Revolução Cubana, A Revolução Guatemalteca, As Revoluções Russas e o Socialismo Soviético e A Revolução Nicaragüense.

Título: A Revolução Vietnamita
Autor: Paulo Fagundes Visentini
Número de páginas: 128
Formato: 10 x 19 cm
Preço: R$ 20
ISBN: 978-85-7139-809-2

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: