Preconceito racial e religioso em uma aventura policial e mística

Há uma lenda judaica na qual Judá Loew, um rabino de Praga, constrói uma criatura gigantesca de barro e água por meio da magia contida nos escritos da Cabala. O ser foi chamado de golem e devia proteger os judeus do século XVI, que viviam em guetos e sofriam perseguições e ataques de anti-semitas. Esse ser artificial e mítico ganha vida na São Paulo dos anos 80, no livro O golem do Bom Retiro, de Mario Teixeira, lançamento de Edições SM e integrante da coleção Barco a Vapor – Série Laranja (para leitor fluente, a partir dos 10 anos).

O bairro paulistano do Bom Retiro foi escolhido como cenário por sua mistura de culturas e tradições, um recorte da realidade mais ampla de São Paulo, que sempre atraiu diversas correntes migratórias. É aí que o pequeno Ariel, filho do rabino Peretz, sofre com as ações dos skinheads, que aterrorizam a vizinhança com atos violentos regidos pelo preconceito racial e religioso. Fascinado pela história original do golem, decide criar um para proteger os judeus do Bom Retiro e seus dois amigos, Riri (uma menina católica) e Nico (um menino de rua) de seus inimigos, iniciando uma grande aventura policial e esotérica.

O golem do Bom Retiro, livro que o escritor Moacyr Scliar considera uma “esplêndida contribuição para a literatura juvenil em nosso país”, retrata com seriedade temas polêmicos como o racismo e a intolerância com diferentes crenças e ideologias. Também provoca uma série de questionamentos éticos, existenciais e filosóficos nas personagens a partir do conflito entre criador e criatura, além de apresentar uma crônica de costumes, retratando o modo de ser de uma família judaica ortodoxa. Um glossário explicando os termos utilizados pelos personagens judeus completam a publicação.

Sobre o autor – Mário Teixeira nasceu na cidade de São Paulo, em 1968. É autor de telenovelas, ligado ao núcleo de teledramaturgia da Rede Globo de Televisão. Participou da criação de alguns programas infanto-juvenis, entre os quais se destacam o Castelo Rá-tim-bum (TV Cultura) e o Sítio do Picapau Amarelo (Globo). Como romancista, publicou Salvando a pele (São Paulo, Editora Ática, 2007). 

Título: O golem do Bom Retiro
Autor: Mario Teixeira
Ilustração: Renato Alarcão
Número de páginas: 336
Formato: 12 x 19 cm
Preço: R$ 23,50
ISBN: 978-85-7675-226-4
Edições SM

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: