Archive for the ‘Oficinas’ Category

Encontro do cinema negro

Cinema, seminários e oficinas fazem parte da programação do II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina, que acontecerá de 13 a 24 de novembro no Rio de Janeiro. Idealizado por Zózimo Bulbul — ator e cineasta pioneiro com experiência Internacional dirigiu vários filmes afro-brasileiros, sempre retratando a historia do povo Negro —, o evento reunirá realizadores afro-descendentes da América Latina, de diversos estados do Brasil e do continente Africano para promover um fórum de reflexões e idéias.

O objetivo é valorizar a presença do negro e suas temáticas no cinema nacional e internacional. Para isso, o Encontro promoverá a troca de experiências entre os diretores pioneiros e novos talentos, através de debates entre produtores, críticos, estudantes e público interessado em cinema, além de oficinas de capacitação gratuitas, abertas para o público.

O evento acontecerá espalhado pela cidade. No Centro, terá palco no Cinema Odeon BR, Centro Cultural Justiça Federal, numa tenda montada na Lapa e encontros diários pela manhã no Centro Afro Carioca de Cinema, espaço lançado em 2007 por Bulbul e Biza Vianna, pela produtora-executiva deste Encontro. Na Zona Sul, no recém-inaugurado Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico.

Vários filmes que serão exibidos na programação do Encontro participaram do Fespaco — Festival Pan-Africano de Cinema de Ouagadodou, em Burkina Faso, em que Zózimo Bulbul participou em 1997. Este ano, o II Encontro de Cinema Negro receberá o cineasta Guy Désiré Yaméogo, representante da Fespaco, que vem ao Brasil com apoio do Consulado Geral da França no Rio de Janeiro. “Foi no Fespaco que descobri que o africano preserva a cultura oral e ama o cinema por ser um ato social, de integração, diferente da literatura, que é mais individual. Os cineastas africanos são verdadeiros griots, velhos sábios que contam histórias para a população. Já confirmei minha participação para a 26ª participação do evento, que acontecerá em 2009”, comemora Zózimo Bulbul.

Entre os cineastas estrangeiros confirmados para o II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina estão Mansour Zora Wade (Senegal), Rigoberto Lopez (Cuba), Derby Arboleda (Colômbia), Apoline Traore (Burkina Faso), Angele Diabang Brener (Senegal), Antônio Molina (Cuba) e Guy Désiré Yaméogo (Burkina Faso).

MOSTRA DE FILMES

São mais de 50 produções dos seguintes países: Brasil, Mali, Mauritânia, Burkina Faso, Senegal Colômbia, Níger, Cuba, Colômbia, África do Sul, Madagascar e Guiné Bissau. Entre a programação de cinema, destaque para as sessões temáticas “Contos Desenhos e Tradições Africanas” — que apresenta o curta “Mon beau sourire”, de Angèle Diabang Brener, sobre o ritual da tatuagem na gengiva, costume bastante difundido na África Ocidental —, “Cineastas Novíssimos” — com “A cidade do Pan”, curta produzido por jovens cineastas da Cufa (Central Única das Favelas), entre os filmes de novos talentos —, “Um Domingo Africano em Família” — que inclui o longa-metragem “Moolaadé”, de Ousmane Sembéne, sobre quatro meninas que tentam escapar do salindé, a tradicional circuncisão feminina —, e “Mulheres Realizadoras”  — com 10 filmes produzidos por mulheres, entre eles “Primeiro Plano”, documentário da capixaba Kênia Freitas, que trata de questões raciais a partir do depoimento de estudantes cotistas negros da Uerj.

SEMINÁRIOS

O Cinema Negro é a pauta dos seis seminários promovidos no II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina, que reunirão 16 cineastas, produtores, críticos e o público nos seguintes desdobramentos: “O Intercâmbio do Cinema Negro Brasil, África e América Latina”, “A Importância dos Roteiros para demonstrar a trajetória do negro como protagonista de sua própria história”, “Festivais Internacionais, informes”, “Avaliação do Crescimento do Encontro de Cinema Negro e da Formação de Platéia de 2007 para 2008”, “Cinema Negro, As Possibilidades de Intercâmbio”, “Cinema Negro, Novas Produções” e “Mulheres Realizadoras no Cinema Negro”.

OFICINAS

O II Encontro de Cinema Negro Brasil, África e América Latina vai promover ainda três oficinas de capacitação para o público, com entrada franca. São elas:

. Produção de Cinema e TV, com Flávio Leandro, professor da Escola de Artes da Mangueira;

. Oficina de Roteiro, com Antônio Molina, cineasta cubano residente no Brasil com ampla experiência em cursos de roteiro junto a projetos sociais através do cinema, entre eles os cursos do Cidan e o projeto Viajando na telinha;

. Oficina de Fotografia, com Ierê Ferreira, fotógrafo com grande experiência sobre o olhar afro-descendente, valorização de suas formas, beleza e conteúdo;

ZÓZIMO BULBUL E CENTRO AFROCARIOCA DE CINEMA

Zózimo Bulbul é um dos ícones negro dos anos 60 e 70, por suas interpretações na no cinema e na televisão. Além de todo o pioneirismo que envolve seu nome, Zózimo foi um dos principais atores dos filmes produzidos no movimento do Cinema Novo. Rejeitou o estereótipo escravo e do negro bandido. Foi assim no cinema, na tevê e no teatro. Como realizador cinematográfico, não foi diferente. Já com a câmera nas mãos, começou com o emblemático e censurado “Alma no Olho”, seguido de “Aniceto do Império” e do longa “Abolição”. Retomou o olhar de diretor na virada do século fazendo “Pequena África”, “Samba no Trem” e “República Tiradentes”. Em 2007, com 70 anos inicia um projeto pioneiro e ousado, o “Centro Afrocarioca de Cinema” onde realizou o I Encontro de Cinema Negro Brasil África. Em 2008, produz o documentário “Solano Trindade” em homenagem ao centenário do poeta e produz o II Encontro de Cinema Negro Brasil África América Latina.

SERVIÇO
II ENCONTRO DE CINEMA NEGRO BRASIL, ÁFRICA e AMÉRICA LATINA
De 14 a 24 de novembro
Abertura para convidados: 13 de novembro
Cinema Odeon Petrobras
Praça Mahatma Gandhi 2, Cinelândia. Tel.: 2240 1093
Ingressos: Sessões de Cinema: R$ 2. Seminário: Entrada Franca
Capacidade: 600 lugares

Centro Cultural Justiça Federal
Av. Rio Branco 241, Centro. Tel.: 3261 2550
Ingressos: Sessões de Cinema: R$ 2. Seminário: Entrada Franca
Capacidade: 40 lugares

Espaço Tom Jobim
Rua Jardim Botânico 1.008
Ingressos: R$ 2
Capacidade: 400 lugares

Centro Afro Carioca de Cinema
Rua Joaquim Silva 40, Lapa. Tel.: 2508 7381
Ingressos: entrada franca
Capacidade: 30 lugares

Tenda Lapa
Arcos da Lapa. Exibição de filme ao ar livre
Ingressos: entrada franca

Anúncios

Dia das Crianças na Livraria Sobrado

No final de semana de 11 e 12 de Outubro, a Livraria Sobrado comemora o Dia das Crianças com uma programação especial, que inclui contação de histórias baseadas na coleção LazyTown, oficinas de mangá e origami além de uma cantação- mistura de cantoria com contação -,  baseada no livro “Músicas Daqui Ritmos do Mundo”.

Todas as atividades serão gratuitas.

Programação

Dia 11 de Outubro – sábado
Das 11:00h até 11:30h– Cantação baseada no Livro ” MÚSICAS DAQUI RITMOS DO MUNDO”

Das 15:00h até 16:00h e das 17:00h até 18:00h – Contação de histórias baseadas nos contos infantis da coleção LazyTown

Dia 12 de Outubro – Domingo
Das 14:30h até 15:30h – aula de origami com Sra. Keiko Abe
Das 16:30h até 17:30h- aula e oficina de Mangá com a equipe da Escola Japan SunSet.
Das 14:30h até 17:30h- equipe da caricatura (atividade paralela às outras duas)

Local: Livraria Sobrado
http://www.livrariasobrado.com.br
Av. Moema, 493 – Moema Tel: 5052.3540
Evento Gratuito / Vagas Limitadas
Faixa etária recomendada: de 4 a 12 anos

É necessário confirmar a presença pelo tel: 5052.3540

Mais informações: www.livrariasobrado.com.br

MAM convoca famosos para Primavera no Parque

Evento integrante da Primavera dos Museus é realizado no dia 21 de setembro, das 14h às 18h, com entrada franca

O setor educativo do MAM-SP promove no dia 21 de setembro sua segunda Primavera no Parque, evento integrante da Primavera dos Museus, promovida pelo Departamento de Museus e Centros Culturais do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Demu/Iphan). Com o objetivo de celebrar a chegada dessa estação, o tema desta edição é o papel dos museus frente ao diálogo intercultural, considerando-o um espaço de contribuição para a promoção da paz, pluralismo de idéias, desenvolvimento humano e respeito à diferença.

Seguindo a proposta, o MAM realiza na marquise oficinas de diferentes manifestações artísticas para públicos de todas as idades (a partir de 7 anos) entre as 14h e as 18h, com entrada franca. São oficinas de fotografia pinhole, percurso criativo e grafite. Apresentações ao vivo completam a festa, como a grafitagem de Alex Hornest e a discotecagem do duo Mixhell. Sucesso nas pistas do Brasil e exterior, a dupla de DJs é formada pelo músico Iggor Cavalera e sua mulher, Laima Leyton.

Para participar das oficinas, basta retirar senha gratuita com uma hora de antecedência (a partir das 13h) com os monitores presentes no evento. As apresentações são abertas ao público em geral, sem necessidade de senha ou limite de vagas.

PROGRAMAÇÃO
OFICINAS:

Pinhole – coordenação de Karina Bacci e Renata Madureira
Turma 1: 14h às 16h – 30 vagas
Turma 2: 16h às 18h – 30 vagas
O funcionamento da máquina fotográfica, por meio da construção de sua própria câmera artesanal a partir de latas e caixas. Cada participante aprender á sobre o processo de revelação

Oficina de Grafite – coordenação de Alex Hornest
Turma 1: 14h às 16h – 30 vagas
Para o grafiteiro, em uma metrópole como São Paulo cada um vive em sua própria sintonia, fazendo seu papel dentro de um universo regrado, violento e muito maior do que momentos singulares de introspecção e sentimento. A cidade já é cinza, não existe razão para que as pessoas sejam também. A idéia é explorar as cores e a criatividade por meio do grafite.

Oficina Caminhos e Intervenções no Parque – coordenação de Joana Zatz e Cibele Lucena
Turma 1: 14h às 16h – 30 vagas
Turma 2: 16h às 18h – 30 vagas
Uma oficina de percursos criativos. No caminho pelo parque, cada grupo participante realizará uma experiência criativa única. Observação, contemplação e intervenção. Que efeitos e deslocamentos são criados na paisagem com essa ação?

APRESENTAÇÕES:
Mixhell DJ set (Iggor Cavalera e Laima Leyton)
Horário: 16hs às 18hs
Iggor Cavalera, baterista consagrado em todo o mundo, traz com sua mulher Laima Leyton sua marcante batida em seu projeto de músicas para pistas. A dupla de DJs Mixhell mistura diferentes estilos em set com referências ao rock, cyber punk, technoclash, electro e hip hop

Live painting por Alex Hornest
Horário: 16hs às 18hs

SERVIÇO
Primavera no Parque
Data: 21 de setembro de 2008 (domingo), das 14h às 18h
Local: MAM – marquise
Endereço: av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 3
tel (11) 5085-1300
Grátis – retirar senha com uma hora de antecedência
30 vagas por oficina (apresentações sem limite de vagas)
A partir de 7 anos – crianças até 12 anos devem estar acompanhadas dos pais
Site: http://www.mam.org.br
Estacionamento no local (Zona Azul: R$ 1,80 por 2h)