Archive for the ‘cinema nacional’ Tag

CCBB apresenta Cinema de Estrelas

Mostra será realizada, em São Paulo, de 12 a 23 de dezembro; serão exibidos 14 filmes com elenco que inclui Sidney Magal, Roberto Carlos e Gilberto Gil

A mostra Cinema de Estrelas tem no elenco de seus filmes protagonistas que são cantores ou artistas populares, vivendo alter egos nas telas. Estão no elenco Roberto Carlos, Gilberto Gil, Sidney Magal, entre outros. Os títulos programados, recheados de canções, aproveitam o sucesso dessas “estrelas” no terreno da música para serem também sucesso no mundo do cinema. Do sertanejo à Jovem Guarda, da MPB ao cancioneiro romântico, os mais distintos gostos e estilos serão acolhidos. Entre filmes populares e obras raras, as estrelas de nossa música irão tomar a sala de cinema do CCBB e soltar a voz.

A mostra

Muito já foi dito sobre a força da música brasileira e sua presença destacada no cenário cultural, em meio às outras artes. Sendo o cinema a arte mais intimamente ligada às regras da indústria e do comércio, é natural que tenha sempre buscado se abrir para abarcar o sucesso dos músicos.

Esta mostra vai reunir filmes protagonizados por astros musicais, representando eles mesmos ou alter egos. Assim, teremos filmes bastante animados cheios de elencos literalmente estelares, com nomes como Roberto Carlos e Gilberto Gil. Este gênero de produção, bastante comum entre os anos 60 e 80, proporcionou muita diversão às platéias, como o público do CCBB poderá conferir através de alguns exemplares criativos, dançantes e animados.

Por dentro de Cinema das Estrelas

O vigor popular da música brasileira não teve correspondência senão ocasional na produção de cinema. Tendo isso em vista, essa mostra se propõe a exibir os filmes produzidos entre o final dos anos 60 e o início dos 80 calcados nos artistas de sucesso da música brasileira. A escolha deste período, além de ser necessária para assegurar um sentido comum e uma compreensão histórica, parte da constatação do forte viés comercial presente em parte da produção cinematográfica da época – coisa nem sempre lembrada por críticos e estudiosos, tampouco pelo senso comum.

A partir do sucesso dos filmes de Roberto Farias com Roberto Carlos, o dispositivo de alter ego entre artista e personagem do filme tornou-se constante ao longo dos anos, com características próprias em cada filme. Examinar estes longas em perspectiva dará ao público do CCBB a chance de refletir sobre as contraditórias e muito discutidas relações entre arte e indústria cultural – seja pela explicitação irônica, como nos filmes de Farias, seja em filmes com astros da Jovem Guarda, seja pela contestação e subversão. Se, por natureza, essa tensa relação entre arte e indústria pode “erguer e destruir as coisas belas”, ao envolver a realidade e a persona dos ídolos e ao relacionar intimamente o sempre frágil cinema e a vigorosa música esta relação vem produzindo alguns filmes bastante significativos e poderosos.

Os astros da mostra

Teixeirinha
“… onde o povo me pediu para estar, eu fui…” É assim que se apresenta um dos mais célebres nomes da música popular gaúcha.

Sidney Magal
Apareceu na mídia nos anos 70 como um cantor de músicas bregas, sensuais e românticas, que incorporava elementos ciganos e causava furor entre as fãs.

Roberto Carlos
Revolucionou a música, trocando a bossa nova pelo rock, incorporando o pop e as influências estrangeiras. Remexeu os anos 60, que viveu na onda do iê iê iê.

Marcio Greyck
O cantor de “Impossível acreditar que perdi você” apurou em Minas Gerais seu romantismo através das serenatas que fazia embaixo das janelas de suas primeiras fãs.

Antônio Marcos
Cantor, ator, humorista: ele fez de tudo. Artista romântico, nos moldes de seus amigos Roberto e Erasmo, encantou corações desde a época da Jovem Guarda

Gilberto Gil
Surgiu na década de 60, misturando estilos e mudando a história da MPB. Tropicalista sempre em transformação, cantor e pensador, hoje até é ministro da cultura.

As Melindrosas
Fundado por Gretchen, que logo saiu do grupo, o trio durou apenas três anos, mas vendeu quatro milhões de discos, recriando cantigas de roda no ritmo disco.

Tião Carreiro e Pardinho
Uma das principais duplas existentes de música sertaneja de raiz, inventaram o pagode caipira. Nele, não existe samba, mas uma festa recheada de violas.

Agnaldo Rayol
Estilo impostado e operístico, voz afinada e um primoroso repertório romântico caracterizam este, que também marcou presença na TV e no cinema.

Tonico e Tinoco
Com canções cheias de saudade, lendas do interior e sotaque caipira, a dupla é o melhor exemplo do romantismo e da essência sertaneja brasileira.

Milionário e José Rico
A dupla sertaneja, sempre percorrendo as longas estradas da vida, conquistou o Brasil, que ficou pequeno para tamanho sucesso.

Filmes:
Roberto Carlos em Ritmo de Aventura (1968) – dir. Roberto Farias, estrela: Roberto Carlos
Roberto Carlos e o Diamante Cor de Rosa (1970) – dir. Roberto Farias, estrela: Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Wandérlea
Corações a Mil (1983) – dir. Jom Tob Azulay, estrela: Gilberto Gil
Ela tornou-se Freira (1972) – de Vanoly Pereira Dias, estrela: Teixeirinha
Teixeirinha a 7 Provas (1973) – de Milton Barragan, estrela: Teixeirinha
Som, Amor e Curtição (1972) – de J.B Tanko, estrela: Antonio Marcos
Em Ritmo Jovem (1969) – de Mozael Silveira, estrela: Marcio Greyck
Sertão em Festa (1970) – de Osvaldo de Oliveira, estrela: Tião Carreiro e Pardinho
Amante Latino (1979) – de Pedro Carlos Rovai, estrela: Sidney Magal
Vamos Cantar Disco Baby – de J.B. Tanko, estrela: As Melindrosas
Agnaldo, Perigo à Vista – de Reynado Paes de Barros, estrela: Agnaldo Rayol – EXIBIÇÃO EM DVD
Estrada da Vida – de Nelson Pereira dos Santos, estrelas: Milionário e José Rico
Sonhei com Você – de Ney Sant’Anna, estrelas: Milionário e José Rico
Obrigado a Matar…! – de Eduardo Llorente, estrelas: Tonico e Tinoco

Serviço
Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo
Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652
http://www.bb.com.br/cultura
Cinema: 70 lugares
Entrada: R$ 4,00 / R$ 2,00 (para estudantes); retirada de senha meia hora antes do evento; sessão em DVD gratuita.
Cinema de Estrelas estará em cartaz de 12 a 23 de dezembro
Filmes exibidos em película. Apenas Agnaldo, Perigo à Vista será exibido em dvd.