Archive for the ‘debate’ Tag

Seminário reflete os impasses da arte neste começo de século

De 22 a 24 de novembro, o Itaú Cultural será palco de reflexão crítica e interdisciplinar sobre a produção das artes visuais na atualidade, seu potencial e vocação de permanência, e as instâncias implicadas neste processo. Dando seqüência ao ciclo de Seminários Itaú Cultural, este acompanha a mostra Futuro do Presente, a ser exibida na instituição de 14 de novembro a 10 de fevereiro de 2008. Os temas das três mesas que norteiam o debate são O Estatuto do Futuro, O Futuro no Horizonte do Possível, e A Arte e os Impasses da Contemporaneidade.

Alinhavando-se com a tônica determinada pela curadoria da mostra, assinada por Agnaldo Farias e Cristiana Tejo, o eixo central do seminário está orientado pela noção de futuro e pretende ter seu escopo de discussões expandido para além dos horizontes da arte. O propósito do seminário é explorar as possibilidades de reflexão oferecidas pelo recorte temático proposto sem ignorar as instâncias de interação da arte com os diversos processos da vida social.

A primeira mesa, O Estatuto do Futuro, na quinta-feira (22), a partir das 20h, será composta pelo sociólogo Laymert Garcia dos Santos; o professor de comunicação e semiótica Norval Baitello e o psicanalista Tales Ab’Saber. Na sexta-feira (23), o tema O Futuro no Horizonte do Possível reunirá o físico Thomás Haddad; o cineasta e artista Wagner Morales e o escritor de ficção científica Bráulio Tavares. Encerrando o ciclo de debates, no sábado (24), a partir das 17h, o curador e professor de arte Ivo Mesquita, o curador da mostra Futuro do Presente, Agnaldo Farias, e o pesquisador e curador José Antonio Navarrete debaterão A Arte e os Impasses da Contemporaneidade.

O crítico e pesquisador em arte Guy Amado, coordenador e mediador dos debates, procurará imprimir pontos de conexão entre as palestras, levando questões de uma sessão para outra, e, assim, procurando manter um desenvolvimento continuado de certas linhas de reflexão.

Sobre os participantes
Agnaldo Farias é professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidades de São Paulo (FAU/USP), crítico e curador independente
Braulio Tavares é escritor, compositor e autor de O que é Ficção Científica e O Rasgão no Real: Metalinguagem e Simulacros na Narrativa de Ficção Científica.
Guy Amado é crítico e pesquisador em arte contemporânea.
Ivo Mesquita é curador-chefe na Pinacoteca do Estado, em São Paulo.
José Antonio Navarrete é crítico e curador de artes visuais.
Laymert Garcia dos Santos é professor titular da Unicamp e autor, entre outros, de Politizar as Novas Tecnologias.
Norval Baitello Junior é doutor pela Universidade Livre de Berlim. Foi diretor da Faculdade de Comunicação e Filosofia e é professor de pós-graduação da PUC-SP. É autor dos livros Die Dada-Internationale (1987), Dada-Berlim.Des/montagem (1993), O Animal que Parou os Relógios (1997), A Era da Iconofagia (2005), e Flussers Völlerei (2007).
Tales Ab’Saber é professor da Escola da Cidade e mestre em artes e doutor em psicologia clínica pela Universidade de São Paulo (USP).
Thomás Haddad é mestre e doutor em física teórica pela Universidade de São Paulo, e professor da mesma instituição. Suas atividades se concentram em história da física e suas relações com a cultura.
Wagner Morales é artista visual. Trabalha com cinema, vídeo, fotografia e música. Teve trabalhos seus exibidos em vários países, recebendo prêmios em festivais de cinema e vídeo e exposições de arte.

PROGRAMAÇÃO
Mesa 1: O Estatuto do Futuro
Com Laymert Garcia dos Santos, Norval Baitello e Tales Ab’Saber
Dia 22 de novembro, quinta-feira
20h às 22h

Mesa 2: O Futuro no Horizonte do Possível
Com Thomás Haddad, Wagner Morales e Bráulio Tavares
Dia 23 de novembro, sexta-feira
20h às 22h

Mesa 3: A Arte e os Impasses da Contemporaneidade
Com Ivo Mesquita, Agnaldo Farias e José Antonio Navarrete
Dia 24 de novembro, sábado
17h às 19h

SERVIÇO
Ciclo de debates Presente do Futuro
Dias 22 e 23 de novembro (quinta e sexta-feira), das 20h às 22h, e dia 24 (sábado), das 17h às 19h

Sala Vermelha (70 lugares)
Entrada franca (Ingressos distribuídos com meia hora de antecedência)
Estacionamento com manobrista: R$ 8,00 a primeira hora; mais R$ 4,00 a segunda hora; e R$ 2,00 p/ hora adicional
Estacionamento gratuito para bicicletas
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149 – estação Brigadeiro do metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
www.itaucultural.org.br
atendimento@itaucultural.org.br

Anúncios